Congregação de Nossa Senhora - Notre Dame

Rede Notre Dame de Educação

Rede de Educação Notre Dame

Notre Dame Recreio

Consciência e Aprendizado Corporal na Educação Infantil

Consciência e Aprendizado Corporal

O Professor Luiz Guilherme desenvolveu atividades que possibilitam o aprendizado dos alunos através de estímulos corporais. Com a aplicação destes estímulos, de forma direcionada e segura, é possível vivenciar várias situações que contribuem para a formação do indivíduo. 

 

Brincadeiras

 O jogo psicomotor é o brincar livre e expressivo. Nessas práticas o indivíduo fala sobre si e suas vivências, constrói modos de manifestar e manejar suas angústias e medos presentes ao longo da sua trajetória de vida. Pode viver o prazer de criar e de experimentar sensações e emoções que lhe são agradáveis.

Desse modo, ampliam-se os modos de comunicação com o mundo, o indivíduo se vê potencialmente capaz de atuar sobre os próprios problemas, resolvendo-os de modo a atender a expectativa social e ao crivo individual de necessidade e satisfação.

 

A importância do salto

 

Segundo Freire (1989, p.76) [...] “causa mais preocupação, na escola da primeira infância, ver crianças que não sabem saltar que crianças com dificuldades para ler ou escrever.”. Descobrir as habilidades de saltar, correr, lançar, trepar, etc. é importante para o desenvolvimento pleno do aluno, como um organismo integrado, levando-se em conta que tais habilidades são consideradas como formas de expressão de um ser humano.

Considerar o gesto ou a linguagem corporal como forma de expressão é um caminho para reconhecer a importância da atividade corporal no processo ensino-aprendizagem. Antes dos homens se comunicarem através de símbolos, a expressão corporal se constituiu na primeira forma de linguagem.

Fonte on line: www.cev.org.br

O desenho

 

Quando uma criança desenha, coloca no traçado toda uma idéia, um desejo, uma aprendizagem, e por isso o adulto deve ter uma análise muito cautelosa e observadora para a mensagem gráfica. Nas perguntas feitas sobre o que a criança desenhou, os elogios são muito importantes, já que para a criança, seu desenho é claro na representação de seu pensamento.

Através do desenho da figura humana podemos analisar alguns aspectos psicomotores importantes como a tonicidade (como o traçado se apresenta no papel – forte ou fraco), equilibração (a postura da criança durante a atividade; a própria figura representada no desenho – inclinado ou apresentado em linha reta), esquema e imagem corporal (representação do corpo de uma pessoa, não de um objeto ou animal; omissão ou apresentação das partes do corpo), lateralidade (podendo a partir de 7 anos, já apresentar uma melhor qualidade no desenho para o lado motor dominante da criança – mãos, pés e olho), orientação espacial (tamanho da figura humana e utilização do espaço no papel), e praxias glogal e fina (postura global da criança ao desenhar; e preensão – como a criança segura no lápis – e pressão do lápis sobre o papel).

FONTE: DO ABANDONO AO REENCONTRO COM O DIÁLOGO TÔNICO (LUCIANA GURGEL, FRANÇA, 2007)

 

Veja aqui vários momentos de aprendizados feitos através das aulas de Educação Fiísica na Educação Infantil.